Fale no Whatsapp

Saiba como identificar um infarto, conheça os 10 sintomas mais comuns

O infarto é uma doença cardiovascular muito conhecida, tanto que quando pensamos nele, o primeiro sintoma que nos vem à mente é a dor súbita no peito. Entretanto, esse não é o único indício do problema e dependendo da intensidade da dor, o sintoma pode estar ligado a vários outros problemas de saúde. É preciso ficar atento, pois essa reação, às vezes, não se manifesta durante o infarto.

 

Por conta dessas peculiaridades, saber como identificar um infarto de maneira rápida pode fazer toda a diferença no momento de buscar assistência médica e salvar uma vida. Afinal, quanto antes o tratamento é iniciado, maiores as chances de sobrevivência.

 

As doenças cardiovasculares são as que mais levam ao falecimento no Brasil e em todo o mundo. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 17,5 milhões de pessoas morrem vítimas de doenças cardiovasculares a cada ano. Já no Brasil, são quase 400 mil mortes por ano, de acordo estimativas da Sociedade Brasileira de Cardiologia. Isso equivale a mais de 1.000 por dia, cerca de 1 vida perdida a cada 40 segundos.

 

Agora que você entende a responsabilidade de ter esse conhecimento, separamos os principais sintomas dos infartos nessa matéria. Continue sua leitura e entenda mais!


 

Qual a diferença entre infarto e ataque cardíaco? 

 

Antes de conhecer os principais sintomas, consideramos importante entender a diferença entre infarto do miocárdio e ataque cardíaco. Muitos acham que eles são sinônimos, mas o segundo caso é bem mais abrangente. O que acontece é que várias complicações podem resultar em um ataque cardíaco - e o infarto é apenas uma delas. 

 

Geralmente a arritmia é a complicação que aparece, sendo uma condição caracterizada pela falta de ritmo dos batimentos do coração e que pode ter várias causas físicas, como sedentarismo, hipertensão, obesidade ou psicológicas, como o estresse. Vale salientar que pacientes chegam a confundir os sintomas da ansiedade com o próprio infarto, descobrindo depois que era uma arritmia cardíaca. 

 

Todas essa situações necessitam de muita atenção e tratamento precoce, para não se desenvolverem em um acidente fatal. O infarto nem sempre leva imediatamente a uma parada cardíaca, mas, em alguns casos, pode provocar uma arritmia maligna com desfecho fatal.


 

Como identificar um infarto? Conheça os sintomas

Existem 10 sintomas diferentes que nos permite identificar um infarto, então fique atento a eles:

 

1- Dor aguda no peito, com sensação de aperto ou pontada, durando mais de 20 minutos e que vai se irradiando para o braço, pescoço, costas;

2- Dormência ou formigamento no braço esquerdo;

3- Dor de estômago;

4- Dor nas costas;

5- Mal estar;

6- Enjôo ou tontura;

7- Palidez e suor frio;

8- Dificuldade para respirar (mais comum em idosos);

9- Tosse seca;

10- Dificuldade para dormir.

 

Quando o infarto ocorre, nem todos os sintomas listados acima ocorrem ao mesmo tempo, e a intensidade de cada um pode variar de caso em caso.


 

O que fazer quando identificar um infarto cardíaco?

As informações a seguir são cruciais caso você identifique os sinais de infarto em alguém ou em si mesmo. 

 

Primeiramente, peça socorro, ligue para a emergência ou dirija-se a um hospital imediatamente. Os riscos são menores quando atitudes são tomadas rapidamente.

 

Se você está acompanhando uma vítima, pode tomar algumas precauções, enquanto aguarda o socorro médico:

 

-Afrouxe as roupas da pessoa para deixá-la confortável e a impeça de fazer esforços;

-Tente mantê-la calma para não agravar ainda mais o caso;

-Não ofereça nada de comer ou beber e nem calmantes;

-Se a pessoa desmaiar, veja sua respiração e seu pulso. Na ausência desses sinais vitais, é preciso começar imediatamente as manobras de ressuscitação cardiopulmonar.

-Quando o socorro chegar, conte tudo o que aconteceu, isto pode ser importante para o que será feito a seguir.

-Mas caso você mesmo seja a vítima, procure ajuda para ir ao hospital rapidamente, não dirija nessa situação.


 

Fatores de risco para o infarto

Existem ainda alguns fatores de risco particulares, que variam de acordo com idade e gênero. Entenda:

 

-Idade: o risco de infarto é maior para homens com mais de 45 anos e mulheres com mais de 55.

-Gênero: as mulheres têm menor risco de infarto do que os homens, entretanto isso aumenta muito após a menopausa, pois neste período os níveis de estrogênio (hormônio aliado do coração) diminuem.

 

Há também outros fatores de risco, como: tabagismo, colesterol alto, diabetes, hipertensão arterial, obesidade e sedentarismo. É muito importante manter o controle sobre esses casos, combater os maus hábitos e manter uma vida saudável para prevenir o risco de infarto.


 

A informação pode salvar vidas!

Agora que você compreendeu o quão comum o infarto é entre os brasileiros, está ciente dos riscos e consciente da prevenção. Enfatizamos como é importante cuidar da saúde para evitar esse quadro, mantendo uma vida com dieta balanceada, prática de atividades físicas e fazer seu check up médico regularmente. 

 

Saber os sintomas para identificar um infarto, também faz toda a diferença, uma vez que quanto mais rápido o atendimento médico, mais chances de sobrevivência o paciente tem. Este é um caso claro de como se informar pode se tornar um ato de solidariedade com o próximo, pois sempre estaremos preparados para ajudar a quem necessita.

 

Quando precisar fazer seus exames, conte conosco. Clique aqui para conhecer.

O que falam sobre o
Boris Berenstein?

O centro de disgnóstico Boris Berenstein é lembrado e premiado por vários anos consecutivos em primeiro lugar nas pesquisas de marcas mais lembradas na categoria diagnóstico por imagem.

Thiago Pedrosa
Olinda

"Completo, excelentes profissionais e atendimento diferenciado! Sem dúvidas melhor centro do Estado!"

Mario Peres
Olinda

"Atendimento sem igual, cuidado e atenção a todos os pacientes!"

Rosymary Câmara
Olinda

Recomendo. Boris é tudo de bom. No segmento saúde em Pernambuco.

O Centro de Diagnóstico Boris Berenstein garante que os dados pessoais fornecidos pelo cliente nunca serão repassados a terceiros e nem utilizados sem sua prévia autorização, a não ser que requeridos por lei. Os conteúdos serão publicados e validados internamente por profissionais da Centro de Diagnóstico Boris Berenstein. Porém, somente sua leitura não dispensa a busca por orientação médica. A informação recolhida por meio de cookies da ferramenta Analytics fica armazenada para utilização exclusiva do Centro de Diagnóstico Boris Berenstein, com o objetivo de acompanhar as interações dos usuários e aprimorar este canal de comunicação.

O Centro de Diagnóstico Boris Berenstein garante que os dados pessoais fornecidos pelo cliente nunca serão repassados a terceiros e nem utilizados sem sua prévia autorização, a não ser que requeridos por lei. Os conteúdos serão publicados e validados internamente por profissionais da Centro de Diagnóstico Boris Berenstein. Porém, somente sua leitura não dispensa a busca por orientação médica. A informação recolhida por meio de cookies da ferramenta Analytics fica armazenada para utilização exclusiva do Centro de Diagnóstico Boris Berenstein, com o objetivo de acompanhar as interações dos usuários e aprimorar este canal de comunicação.

App Boris Berenstein