Fale no Whatsapp

Mamografia Digital: saiba como é feita e como se preparar para o exame

A mamografia é uma espécie de raios X das mamas. É um exame simples, mas é principal tecnologia a serviço das mulheres para o diagnóstico precoce do câncer de mama, o segundo tipo de câncer mais comum em mulheres no Brasil e no mundo, ficando apenas atrás do câncer de pele não melanoma. Identificar essa doença nos estágios iniciais implica em maiores chances de vencê-la, por isso é tão importante. 

 

Apesar de muito falado, muitas mulheres ainda apresentam certo receio em realizar o exame. Como sabemos que o conhecimento é o melhor combate para acabar com dúvidas e dar mais confiança aos paciente, preparamos essa matéria. Vamos te ajudar a entender a necessidade e importância da mamografia digital, então continue sua leitura e confira todas as informações que você precisa saber. 


 

Pra que serve a mamografia digital

Seu objetivo principal é rastrear o câncer de mama. O exame consegue verificar desde microcalcificações e nódulos pequenos, até o câncer em estágios bem iniciais, com tumores menores de 2 cm (estadiamento inicial), indicando também as características desse nódulo. Com isso, o exame permite o início rápido do tratamento.

 

No entanto, importante destacar que para confirmar o diagnóstico, o exame é feito juntamente com uma biópsia, que pode ser solicitada pelo médico. Ela vai classificar se o tumor é maligno ou benigno e outras características mais específicas.  

 

Portanto, podemos dizer que a mamografia digital serve para:

 

  • Identificar lesões benignas;

  • Identificar a existência de câncer;

  • Avaliar o tamanho e tipo de nódulos.


 

Como é feito o exame?

Antes da realização do exame, é recomendado que a paciente esteja com as axilas limpas e não utilize produtos como desodorante e talco na região para não interferir na captura da imagem. Outra recomendação é ir vestida com duas peças (como uma blusa e uma calça) para facilitar a exposição do seio na hora do exame. 

 

O exame é realizado de forma semelhante à mamografia convencional, podendo ser compreendido como um Raio-X das mamas. No procedimento a paciente é posicionada em pé para colocar o seio entre as duas placas do mamógrafo. Haverá uma compressão, horizontal e verticalmente. No caso da mamografia digital, este processo é mais ágil e, por isso, menos desconfortável que o convencional.

 

Após o exame, a paciente pode retornar à sua rotina normalmente. Não há nenhuma restrição ou cuidado específico a ser tomado. Em alguns casos, pode ser solicitado um ultrassom das mamas para complementar a mamografia.


 

Quando o exame deve ser realizado?

A recomendação do Ministério da Saúde é que mulheres entre 50 e 69 anos façam o exame de mamografia a cada dois anos. Já entidades médicas – entre elas o Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem (CBR), a Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM) e a Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo) – recomendam que mulheres se submetam ao exame anualmente, a partir dos 40 até os 74 anos. 

 

Portanto, a mamografia, seja digital ou convencional, deve ser feita anualmente, como rotina, por todas as mulheres com mais de 40 anos. No entanto, o exame pode ser antecipado para mulheres com 35 anos que estejam no “grupo de risco”. Ou seja, aquelas pacientes com casos na família antes dos 50 anos ou com outros parentes de primeiro grau com câncer de ovário ou ainda história familiar de câncer de mama masculino. 

 

Antes dos 35 anos, a mamografia não é indicada porque as mamas ainda são densas e firmes, impedindo a boa penetração dos Raios-X no tecido mamário. Dessa forma, a identificação de algum nódulo ou cisto não será satisfatório. Se houver suspeita de nódulos, o médico poderá indicar uma ultrassonografia.


 

A mamografia digital apresenta dor à paciente?

Como explicamos anteriormente, durante o exame a mama é colocada entre duas placas para produzir as imagens. Esse processo pode ser um pouco desconfortável por conta da compressão e algumas mulheres sentem dor nos seios, principalmente se o exame for feito logo antes do período menstrual. Use essa informação para programar seu agendamento. No caso da mamografia digital, a tecnologia moderna conseguiu reduzir o desconforto em relação à mamografia convencional.

 

Essa dor não causa problemas à paciente e é necessária para que o aparelho consiga captar imagens do interior da mama. O exame é bem rápido e o desconforto não dura muito tempo depois que o procedimento acaba. 

 

Mas enfatizamos que a dor e o incômodo não podem, de forma alguma, impedir as mulheres de realizarem o exame. Afinal, a mamografia é o único método capaz de detectar o câncer de mama em estágio inicial, quando o tumor ainda é pequeno, e com uma maior chance de cura. 


 

Diferenças entre mamografia digital e convencional

A mamografia convencional é realizada sem o uso de um computador e necessita de revelação do filme da maneira convencional, com produtos químicos. Os filmes desse tipo de exame podem sofrer alterações conforme o tempo e a forma de armazenamento. Às vezes, as pacientes retiram o exame nas clínicas e hospitais e demoram semanas até retornar ao médico. Neste período, é possível que a imagem impressa sofra alguma alteração, podendo complicar o diagnóstico.

 

Já a mamografia digital é realizada com o auxílio de um computador e por isso as imagens ficam gravadas de forma digital, podendo ser trabalhadas como quiser. Além disso, existem outras vantagens na realização desse exame:

 

  • Mais conforto para as pacientes;

  • Mais agilidade no procedimento;

  • Melhor definição de imagens;

  • Possibilidade de ajustes para melhorar a visualização das imagens;

  • Armazenamento digital;

  • Integração com a telemedicina.

 

O uso da Mamografia digitalizada substitui a convencional e hoje é o exame escolhido na maioria dos serviços de radiologia.


 

Faça seu exame com quem te traz segurança!

Agora você já sabe que a mamografia digital é muito importante para detectar precocemente o câncer de mama, e assim, garantir maiores chances de cura. Afinal, quando o câncer de mama é detectado nos estágios iniciais, há até 95% de chances de cura. E com essa nova tecnologia, o procedimento ficou ainda mais rápido e confortável para a paciente, além de oferecer resultados precisos. 

 

E mesmo que ainda seja um exame que gere certa dor, ao ser realizado por profissionais experientes, a paciente terá uma melhor experiência ao fazer a mamografia digital. Além disso, tudo é feito na companhia de médicos especializados, dessa maneira, a segurança da paciente durante todo o teste é garantida.

 

Sabendo disso, você pode confiar no Boris Berenstein para realizar seus exames. Nossa equipe está preparada para oferecer todo o suporte e acolher você nesse momento importante. Conte conosco sempre e agende seu exame!

O que falam sobre o
Boris Berenstein?

O centro de disgnóstico Boris Berenstein é lembrado e premiado por vários anos consecutivos em primeiro lugar nas pesquisas de marcas mais lembradas na categoria diagnóstico por imagem.

Thiago Pedrosa
Olinda

"Completo, excelentes profissionais e atendimento diferenciado! Sem dúvidas melhor centro do Estado!"

Mario Peres
Olinda

"Atendimento sem igual, cuidado e atenção a todos os pacientes!"

Rosymary Câmara
Olinda

Recomendo. Boris é tudo de bom. No segmento saúde em Pernambuco.

Blog do Boris

Descubra a importância do check up médico e sua frequência recomendada Ler mais
Saiba como identificar um infarto, conheça os 10 sintomas mais comuns Ler mais

O Centro de Diagnóstico Boris Berenstein garante que os dados pessoais fornecidos pelo cliente nunca serão repassados a terceiros e nem utilizados sem sua prévia autorização, a não ser que requeridos por lei. Os conteúdos serão publicados e validados internamente por profissionais da Centro de Diagnóstico Boris Berenstein. Porém, somente sua leitura não dispensa a busca por orientação médica. A informação recolhida por meio de cookies da ferramenta Analytics fica armazenada para utilização exclusiva do Centro de Diagnóstico Boris Berenstein, com o objetivo de acompanhar as interações dos usuários e aprimorar este canal de comunicação.

O Centro de Diagnóstico Boris Berenstein garante que os dados pessoais fornecidos pelo cliente nunca serão repassados a terceiros e nem utilizados sem sua prévia autorização, a não ser que requeridos por lei. Os conteúdos serão publicados e validados internamente por profissionais da Centro de Diagnóstico Boris Berenstein. Porém, somente sua leitura não dispensa a busca por orientação médica. A informação recolhida por meio de cookies da ferramenta Analytics fica armazenada para utilização exclusiva do Centro de Diagnóstico Boris Berenstein, com o objetivo de acompanhar as interações dos usuários e aprimorar este canal de comunicação.

App Boris Berenstein