Fale no Whatsapp

Conheça as 8 modalidades de exames de imagem

A radiologia médica é o campo que abrange os exames de imagem, sendo de extrema relevância para a medicina atual. Graças a eles, podemos investigar a anatomia e o funcionamento dos tecidos humanos de forma não invasiva.

 

Hoje existem diversas modalidades de diagnóstico por imagem, seja empregando diferentes tipos de radiação ou tecnologias que amplificam sinais emitidos pelo organismo. As especificidades, benefícios e até desvantagens variam entre cada tipo de exame. Entretanto, os testes de diagnóstico por imagem possuem algo em comum: revelam anomalias e permitem tratamentos com baixo risco à saúde do paciente.

 

Nesta matéria você vai conhecer os 8 tipos de exames de imagem, entendendo as finalidades e indicações de cada um. Continue sua leitura!

 

1. Radiografia convencional (Raio-X)

Esse é o tipo de exame por imagem mais comum e utilizado em diagnósticos médicos, odontológicos, clínicos e hospitais. A radiografia é realizada por vários motivos, podendo identificar causas de dor, determinar a extensão de uma lesão, conferir a progressão de uma doença e a eficácia do seu tratamento. Tudo isso ao examinar, principalmente, estruturas ósseas, tórax e abdome, especialmente para o aparelho gastrintestinal.

 

Entre as principais vantagens deste exame de imagem estão: o baixo custo do equipamento — podendo ser adquirido até pelos menores centros de saúde —, sua rapidez para obter imagens, a possibilidade de usar contraste e ter uma versão portátil, fácil para levar até o leito.

 

Os Raios-X envolvem direcionar uma pequena quantidade de radiação para o corpo, na área onde as imagens são necessárias. Para garantir a segurança do paciente e a qualidade das imagens, algumas precauções são tomadas, como não utilizar jóias ou roupas justas na hora do exame. Geralmente, não é recomendado para mulheres grávidas e crianças.

 

2. Mamografia

Essa é uma modalidade de exame por imagem que analisa a anatomia do tecido mamário, sendo a mais importante no prognóstico e diagnóstico do câncer de mama, doença que é mais prevalente nas mulheres.

 

Portanto, dois tipos de mamografias são oferecidos na batalha contra o câncer de mama: mamografia de rastreamento e mamografia de diagnóstico. As mamografias de rastreamento são capazes de detectar qualquer anormalidade com antecedência. Os mamogramas diagnósticos verificam se há malignidade depois que um nódulo ou espessamento na mama foi detectado. Lembramos que o diagnóstico precoce da doença é essencial na luta contra o câncer de mama.


 

3. Densitometria óssea

A densitometria óssea é um exame de imagem que obtém diagnóstico por meio do densitômetro ósseo. Ela consegue  detectar precocemente sinais de perda de espessura óssea e mineral que podem indicar osteopenia ou osteoporose (doença caracterizada pela diminuição progressiva da densidade óssea e aumento do risco de fraturas).

 

As regiões mais analisadas por esse exame costumam ser o colo do fêmur (local onde as fraturas estão relacionadas a complicações mais graves) e as vértebras lombares (onde a perda óssea costuma ser maior e mais rápida). Já os pacientes mais recomendados para fazer esse exame são mulheres de 65 anos ou mais e homens de 70 anos ou mais.


 

4. Tomografia computadorizada

Esse é um tipo de exame de diagnóstico que permite analisar seções transversais do corpo, pois produzem imagens mais detalhadas do que uma radiografia convencional. Com ele, há a possibilidade da reconstrução do corpo tridimensionalmente, sendo indicado principalmente para análise de estruturas que não aparecem no raio X convencional, como edemas e cálculos renais.

 

Portanto, as principais vantagens deste exame de imagem são: a boa resolução das imagens (permitindo diagnósticos mais precisos), a rapidez na realização e o custo relativamente menor quando comparado ao da ressonância magnética.


 

5. Ressonância magnética

A ressonância magnética é uma outra modalidade para imagens transversais. Ela  funciona bem para captar imagens de tecidos moles, como órgãos e tendões, mas ao contrário da tomografia, não faz uso da radiação ionizante, e sim de ondas de rádio com campos magnéticos.

 

A vantagem deste imagem de imagem está na não utilização de radiação, além da boa qualidade das imagens obtidas e a possibilidade de utilizar um contraste menos tóxico para o organismo, o quelato de gadolínio.

 

Como ela acontece: o paciente se deita em uma mesa que viaja através de um tubo. O tecnólogo posiciona o paciente de modo que a área do corpo que está sendo examinada seja colocada sobre o ímã. Por ser um exame ruidoso,tampões de ouvido ou protetores de ouvido podem ser usados.


 

6. Ultrassonografia

A ultrassonografia ou ultrassom, utiliza ondas sonoras de alta frequência para formar a imagem do corpo humano. Dessa maneira, é possível visualizar os órgãos internos, especialmente os ocos, como a bexiga e o trato gastrintestinal. Por não usar radiação, esse é o exame de imagem escolhido para examinar mulheres grávidas, sendo muito seguro, tanto para a mãe quanto para o bebê.

 

O ultrassom é capaz de identificar problemas de tireoide, pedras nos rins e até mesmo doenças mais sérias, como tumores. Para testes em qualquer lugar perto do abdômen, o paciente deve jejuar, mas pode beber água. Ele se deita em uma mesa de exame e um lubrificante é aplicado na pele.


 

7. Medicina nuclear

A medicina nuclear tem cada vez mais importância entre os exames de diagnóstico por imagem, mesmo que seu custo ainda seja elevado. Seu funcionamento é simples e baseia-se em reações químicas do metabolismo humano. 

 

O procedimento envolve a introdução de traçadores radioativos no corpo, através de injeção na veia, inalação de gás ou ingestão de uma mistura. Com o uso de um scanner de PET, os traçadores descobrem problemas que de outra forma poderiam passar despercebidos até piorarem. Isso faz com que seja possível identificar a existência de células disfuncionais, como as do câncer.


 

8. Angiografia

Este exame foi descoberto na década de 1920 e vem sendo cada vez mais utilizado na medicina moderna, como, por exemplo, nos cateterismos, arteriografias e cirurgias endovasculares. Portanto, a angiografia é utilizada para visualizar o interior dos vasos sanguíneos, em particular as artérias e identificar possíveis doenças como aneurisma ou arteriosclerose.

 

Para realizar o exame é aplicada anestesia no local onde vai ser introduzido o cateter, que é um pequeno tubo que é conduzido pelo médico até o local onde se pretende observar os vasos sanguíneos, que geralmente é inserido na virilha ou no pescoço.


 

Faça seus exames em um centro especializado em diagnóstico por imagem!

 

O Boris Berenstein é um centro especializado em diagnóstico por imagem. Nossos equipamentos, assim como a equipe acompanha as inovações do mercado, para que assim possamos oferecer um serviço especializado e seguro.

 

Conheça nossos exames clicando aqui e venha tranquilo, pois garantimos um atendimento humanizado e próximo de você!

O que falam sobre o
Boris Berenstein?

O centro de disgnóstico Boris Berenstein é lembrado e premiado por vários anos consecutivos em primeiro lugar nas pesquisas de marcas mais lembradas na categoria diagnóstico por imagem.

Thiago Pedrosa
Olinda

"Completo, excelentes profissionais e atendimento diferenciado! Sem dúvidas melhor centro do Estado!"

Mario Peres
Olinda

"Atendimento sem igual, cuidado e atenção a todos os pacientes!"

Rosymary Câmara
Olinda

Recomendo. Boris é tudo de bom. No segmento saúde em Pernambuco.

O Centro de Diagnóstico Boris Berenstein garante que os dados pessoais fornecidos pelo cliente nunca serão repassados a terceiros e nem utilizados sem sua prévia autorização, a não ser que requeridos por lei. Os conteúdos serão publicados e validados internamente por profissionais da Centro de Diagnóstico Boris Berenstein. Porém, somente sua leitura não dispensa a busca por orientação médica. A informação recolhida por meio de cookies da ferramenta Analytics fica armazenada para utilização exclusiva do Centro de Diagnóstico Boris Berenstein, com o objetivo de acompanhar as interações dos usuários e aprimorar este canal de comunicação.

O Centro de Diagnóstico Boris Berenstein garante que os dados pessoais fornecidos pelo cliente nunca serão repassados a terceiros e nem utilizados sem sua prévia autorização, a não ser que requeridos por lei. Os conteúdos serão publicados e validados internamente por profissionais da Centro de Diagnóstico Boris Berenstein. Porém, somente sua leitura não dispensa a busca por orientação médica. A informação recolhida por meio de cookies da ferramenta Analytics fica armazenada para utilização exclusiva do Centro de Diagnóstico Boris Berenstein, com o objetivo de acompanhar as interações dos usuários e aprimorar este canal de comunicação.

App Boris Berenstein